A coluna de Ricardo Noblat, no site do “Globo”, conta que Marco Paulo dos Santos, de 24 anos, estagiário de administração na Coordenadoria de Pagamento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), registou queixa na Polícia Civil do Distrito Federal contra o presidente da corte, o ministro Ari Pargendler. Segundo Marco, o ministro agrediu-o verbalmente e o demitiu porque o estagiário estava em pé atrás dele, na fila do caixa eletrônico de uma agência bancária dentro do STJ.

De acordo com a denúncia, o ministro estava usando o único caixa em funcionamento e irritou-se ao ver que Marco estava atrás dele, mesmo que atrás da faixa de segurança, e o mandou sair do local. Segundo uma testemunha, o ministro começou a gritar com o jovem e a exibir o crachá.

Pargendler não foi localizado para comentar o incidente.  Como ele tem foro privilegiado, o caso vai ser encaminhado para o Supremo Tribunal Federal.

Clique aqui para ver a íntegra da nota.

Estagiário do STJ acusa presidente do tribunal de demiti-lo por ficar na fila do caixa eletrônico

Tags:  , , , , , , , , ,