O estudante Rafael Soares Ferreira, de 25 anos, é acusado de ter agredido a coordenadora educacional Jane Antunes, de 57 anos, na Escola Técnica Factum, no Centro de Porto Alegre, segundo reportagem do jornal “Zero Hora”. Em depoimento à polícia, Jane acusou Rafael, que estuda no curso de técnico de enfermagem, de atacá-la a cadeiradas por não se conformar com a nota C tirada por ele numa prova. A educadora teve fraturas nos dois braços e escoriações no rosto.

Rafael, que pode ser indiciado por tentativa de homicídio, apresentou-se à polícia dois dias depois do ataque. Como estava sem advogado, ele falou informalmente com os policiais. Segundo os agentes, o estudante, que seria lutador de jiu-jitsu, negou a agressão e disse que ele, sim, estava sendo agredido por um segurança. A professora, disse ele, teria se ferido acidentalmente nessa briga. A versão de Rafael é diferente da de dez testemunhas ouvidas na delegacia.

Você já testemunhou ou sofreu agressões de alunos a professores? Conte sua história para “Por que a gente é assim?”.

Aluno é acusado de agredir coordenadora a cadeiradas por discordar de nota baixa

Tags:  , , , , , ,